26 de fevereiro de 2009

Clonlara School II

Andámos às voltas durante alguns meses até percebermos que bastava fazer uma transferência normal para uma escola particular no estrangeiro...aliás por incrível que pareça ninguém sequer nos perguntou para onde.
As equivalências serão efectuadas quando (se) necessitarmos que regressem ao ensino português, baseadas apenas no certificado de habilitações da escola.
A escola é acreditada internacionalmente, mas pensem assim...se agora decidissem ir viver para os Estados Unidos, transferiam os vossos filhos para uma escola (neste caso particular), seria essa uma questão a ponderar?
Tenho muito prazer em responder a todas as perguntas que surgirem, este é um assunto que me agrada BASTANTE, e quem sabe um dia abrimos uma delegação da Clonlara em Portugal. Por enquanto estamos a estudar nos E. U., mas sem sair daqui, chiuu!

O Sitema de créditos da Clonlara permite gerir os interesses até à graduação (será o nosso 12º ano), cada crédito corresponde a 180 h de "trabalho", mas tudo é contabilizado: viagens, actividades extra, voluntariado etc., etc..

Escolas: Clonlara; oak meadow

6 comentários:

Pequete disse...

Quer isso dizer que todos os trabalhos feitos pelos teus filhos são em inglês? Que idade têm eles, já sabem ler e escrever em inglês?
E desculpa lá o chorrilho de perguntas...

Pipocas disse...

O sistema de créditos contempla também a língua do país de origem, assim como a história e geografia, mas é lógico que precisam de aprender inglês, gradualmente. Felizmente, eles têm tido oportunidade de aprender outras línguas sem terem de ser "ensinados". Quanto às idades: 13, 11 e 5.
E...eu adoro perguntas!

Pequete disse...

Obrigada! Para o de 11 e 13 entendo que seja um pouco mais fácil, mas para quem está a começar (as minhas têm 7 e 4) é mais complicado, pois estão agora a dar os primeiros passos na escrita e leitura do português. Embora já saibam uma palavritas de inglês, porque vemos vídeos e ouvimos canções, não lêem nem escrevem nesta líbua (bem, a mais pequena em nenhuma!).
Só mais uma pergunta: dizes que o sistema de créditos contempla também a língua do país de origem - quer isso dizer que eles têm os "unit studies" em versão portuguesa, ou pelo menos pessoas para "avaliar" os trabalhos em português?

Meninheira disse...

Esta é a Ofinina na España: http://www.clonlara.es/ e este o seu "Boletín": http://boletinclonlaraesp.blogspot.com/, nel podedes ver os trabalhos dos cativos e também as ligaçoes os seus blogs.

Eu "conheço" a uma mae que tem aos filhos na Clonlara e gosto moito da filosofia da escola.

Pipocas disse...

obrigada Meninheira!
Esta também é uma opção, utilizar os serviços da Oficina de Espanha. No nosso caso, como o inglês nos é mais próximo, optamos pela inscrição nos EU.
Pequete: cá em casa as crianças não têm grande hipótese de não aprender inglês, desde cedo que têm de se desenrascar nas duas línguas. O mais pequeno fala menos (quase nada), mas entende bastante bem o que se diz. Penso que um dia destes vai desatar a língua (inglesa)!

Pipocas disse...

quanto à última questão ainda pouco te posso dizer porque estamos agora a começar, mas posso adiantar que a avaliação é um conceito familiar. É disponibilizado um tutor para a família que ajuda a individualizar o currículo e a transformar as experiências e trabalhos em créditos.